Blog da Babs

pseudo-importantes

Lista das 101 coisas: Take II; Take I
Playlists: 2; 1

pesquisar

 

arquivo

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

Terça-feira, 17 DE Maio DE 2011

A Futura Condutora

Há uns tempos - antes da entrada na faculdade - era o fascínio dos transportes públicos. 'Que bom, vou andar de comboio e de autocarro. Vou já comprar revistas para ler no comboio e no metro.' Uns meses depois e passo as minhas viagens diárias a dormitar, a ouvir música e a olhar de forma o menos creepy possível para as pessoas (assim espero). E ocasionalmente, também a fazer uma espécie de equilibrismo para não cair - sobretudo no autocarro.

Entretanto, comecei a tirar a carta. Há uns tempos, a aspiração era despachar a carta num mês ou dois, na altura dos meus anos. Por acaso, foi nessa altura que comecei a visitar a escola de condução, mas a carta ainda não a tenho e até a ver nas minhas mãos ainda tenho pela frente muitas aulas de 'convém não subires o passeio no exame' e 'vira à direita, não... isso é a esquerda'. 

Antes disso, a preocupação é o exame de código.

Ainda antes disso, a preocupação é a playlist para estudar código.

 

 

 'Through red taillights and a cloud of dust

We went flyin’ through the night, it was all about us

Sittin’ on the seat right next to me, we drove with a tank full of destiny'

Babs às 20:10
sinto-me: entusiasmada
música: Brooks And Dunn - 'She Was Born To Run'
Sábado, 03 DE Abril DE 2010

Adivinhem quem voltou!

Vamos por tópicos, sim?

  • Andei super-atarefada nas duas últimas semanas de aulas, a fazer trabalhos e trabalhinhos. Acrescentem a isso os ensaios do teatro que por acaso correu bem;
  • Embora houvesse indícios que a viagem de finalistas ia virar uma viagem-fantagem, estive mesmo em Barcelona e regressei na 6ª de madrugada. É estranho acordar sem mais 8 pessoas no mesmo quarto.

Barcelona

  • Tenho de ler o Memorial do Convento e o Felizmente Há Luar numa semana, nas pausas entre comer amêndoas da Páscoa,
  • Alguém me quer oferecer um ovo Kinder?
  • Gastei uma quantidade astronómica de dinheiro em prendas,
  • Andei num autocarro turístico, daqueles fashion com 1º piso e phones para ouvirmos as informações sobre os monumentos,
  • Trouxe os phones,
  • Ontem estive a hibernar,
  • Alguém me arranja as legendas do último episódio da Bones?
  • Comi uma caixa de amêndoas enquanto escrevia este post.

E é tudo. Vou ali recuperar a minha sanidade mental e responder aos vossos comentários.

Babs às 19:28
sinto-me:
música: 'near to you' - a fine frenzy
Sábado, 06 DE Março DE 2010

Preparar a minha vida para os holofotes

Já pensei em tantas situações com probabilidade mínima de acontecerem (invasões extraterrestres) e ainda nunca tinha decidido como assinar autógrafos.

"Para (nome da pessoa) com um beijinho da Bárbara" é muito comum. Trocar o "beijinho" por "abraço" faz-me parecer fria. Acrescentar um smiley é infantil.

Escrever uma frase pseudo-filosófica faz-me parecer pretensiosa e pode dar a entender que passei tempos a decidir o que escrever.

Inventar algo na altura é injusto porque algumas pessoas poderão ter a sorte de me inspirarem e outras de me fazerem ficar bloqueada. E é constrangedor fazer alguém esperar 5 minutos enquanto eu imagino o que escrever.

Dizer "com carinho" ou "com amor" é um bocado lamechas e falso porque não desejo carinho nem amor a uma pessoa que não conheço de lado nenhum. Ou se calhar até desejo, mas é igualmente mau admitir que gosto das pessoas com demasiada facilidade.

Preciso de opiniões.

 

Quer dizer o que precisava mesmo era de estudar Biologia para o teste, despachar o trabalho de ed fisica e já agora, decidir o que raio seguir na universidade.

tags:
Babs às 19:42
sinto-me: dor de barriga
Quinta-feira, 25 DE Fevereiro DE 2010

Porque é que eu estou sempre a pensar em comida?

Quando há uma eternidade a minha mãe me disse que já era altura de ser eu própria a arranjar os meus pãezinhos com queijo e fiambre, eu lembrei-me daquelas lições de moral dos livros e dos desenhos animados que diziam que tudo sabe melhor quando fazemos por nós mesmos.

Tudo mentira! Eu gostava muito de manteiga, então acabava por exagerar na quantidade. Abrir o pão, era uma tarefa que demorava tempo e que nunca ficava perfeita. E faltava-me a paciência para tirar aquelas bordas do fiambre e os papelinhos que vêm agarrados às fatias de queijo. No final, a sandes - depois de tanto trabalho - nunca ficava tão saborosa como aquelas que a minha mãe preparava.

A minha mãe resignou-se e continuou a arranjar-me os pãezinhos, à medida em que eu ia progredindo lentamente na técnica.

E agora seria a altura em que eu diria que depois de tanto empenho não há sandes neste mundo que me saibam melhor do que as minhas. Mentira outra vez, porque o meu irmão é praticamente profissional nesta "arte" e é muito fácil de subornar. Descobri o meu novo método.

tags:
Babs às 20:46
sinto-me:
Sábado, 23 DE Janeiro DE 2010

Planos

Desde que me lembro que tenho a mania dos planos. Eu chamo-lhes planos porque assim lhes comecei a chamar aos 8 anos mas talvez projectos se adeque mais.

Sempre fui o género de pessoa que tem assinalados no calendário, na agenda e na cabecinha as datas importantes e que vive a planeá-las, a fazer contagem decrescente.

Para além de as planear, imagino-as com tudo o que desejo que aconteça, encho-as de coisas que sei que, em princípio, não vão acontecer. Quando o que desejo não se concretiza totalmente, a desilusão não é muito grande porque quando recordo acabo por misturar o que aconteceu e um pouco do que não aconteceu.

Tenho sempre tudo planeadinho. A minha vida no futuro, o nº de filhos, o nome deles, a casa que quero. Só me falta o que quero fazer profissionalmente e para isso tenho pouco tempo para decidir. Tenho uma lista de tudo o que quero fazer em 2010. Tenho a lista das 101 coisas. Faço to-do lists quase todos os dias que chega a ser obsessivo.

Ao contrário do que me dizem, não acho que esta mania me limite. Orienta-me, ajuda-me, faz-me ter algo para desejar, uma tarefa para fazer. Sobretudo, fez-me melhorar uma certa capacidade para manipular, para arranjar maneira de realizar as minhas tarefas. O que me faz parecer uma espécie de bruxa má.

Lembro-me do que tinha planeado para os meus 16 anos quando tinha 10. Cheguei aos 16 e vi o quão longe estava de tudo isso. E curiosamente, não me importo minimamente com isso. Aos 16 consegui atingir tanta coisa, coisas que decerto parecem banais para vocês mas que eram objectivos que mantinha há muito tempo. Coisas que queria desde os 8, 12, 14 anos.

Aprendi a fazer mais do que tentar chamar por elas em pensamentos. Aprendi a não deixá-las fugir. Aprendi também a contentar-me um pouco com a sorte.

Acho que podia morrer agora antes de descobrir que este castelo de coisas alcançadas é feito de areia. Mas ainda tenho tanto para fazer.

 


E agora, sintam-se à vontade para sair deste blog e correr até este.

Babs às 23:58
música: Taylor Swift - Breathless

pesquisar

 

Maio 2012

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

comentários recentes

  • Ola Sara! No project free tv ha as 3 primeiras tem...
  • Olá :) Podes-me dizer onde viste os episódios da R...
  • Ai, a inveja que eu tenho de ti! ;) Essa cidade é ...
  • por acaso eu também gosto de ter o meu quarto semp...
  • fico muito contente que te tenhas divertido em lon...
  • Em relação ao último post, eu tenho a mesma perspe...
  • Olá BárbaraDesculpa chatear através dos comentário...
  • Olá! Desafiaram me a fazer uma tag que tinha de re...
  • Tenho um desafio para ti no meu blog (http://senti...
  • não consigo comentar o post do aniversário do teu ...

arquivo

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

blogs SAPO


Universidade de Aveiro