Blog da Babs

pseudo-importantes

Lista das 101 coisas: Take II; Take I
Playlists: 2; 1

pesquisar

 

arquivo

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

Quarta-feira, 26 DE Outubro DE 2011

Babs em 2009

"Passámos a viagem toda sem falar. Pensei que isto só acontecia nos livros quando os autores nao têm paciencia para escrever mais diálogos."

 

"Ontem estava a estudar com o meu irmao e queria dizer "congelador" e nao encontrava a palavra. Eu só pensava "será que é condensador?""

 

"Consigo imaginar a Bárbara-economista em frente àqueles quadros das acções, a Bárbara-artista num sótão a pintar quadros, a Bárbara-cientista a dar palestras sobre antropologia, a Bárbara-jornalista, a Bárbara-escritora, a Bárbara-realizadora, e por aí fora. Abro excepções para Medicina (porque não tenho média e odeio sangue), Desporto (falta de coordenação, de paciência, de jeito e de muito mais), Música (absoluta falta de talento) e Culinária (a única coisa que cozinhei até agora foi caramelo. No laboratório.)"

Reparem no foreshadowing ao pôr a Bárbara-economista no início da frase.

 

"Sinto-me mesmo realizada quando vou a conferências com bloco de notas e caneta, como uma pessoa crescida e inteligente."

 

"Há um exercício de relaxamento muito interessante que li há uns anos num daqueles livros idiotas da colecção "clube das amigas" que dizia para fecharmos os olhos, imaginarmos que somos um boneco de neve e sentirmos o sol a derreter-nos."

 

"Hoje cheguei a casa por volta das 14h e aqueci uma daquelas pizzas congeladas no forno para o meu irmao. Depois desliguei-o e como eu nunca tinha desligado o forno na vida achei estranho que ele nao parasse de "gemer"."

 

Cheia de vontade de sorrir a tudo isto.

A pedido da Nessie.

Babs às 01:27
Segunda-feira, 19 DE Julho DE 2010

Nostalgia?

Estava à espera de fazer um grande drama quando acabasse o Secundário. Qualquer coisa parecida ao que aconteceu no 4º ano em que adorava ficar sozinha no quarto quando escurecia, a atirar uma bola saltitona contra a parede ou a olhar para o meu espanta-espíritos.

Agora o que resta do espanta-espíritos está no meu copo de cortiça, junto com a boneca de trapos que a minha avó me fez.

Voltanto aos dramas. A verdade é que, acabadas as aulas vieram os exames. Depois, a colónia de férias e chegar a casa estafada às 18h com Matemática para estudar para o exame de 2ª fase. Desde o final das aulas que estive tão entretida, com tanto ritmo que nem tive tempo nem oportunidade para me trancar no quarto a olhar para o cadáver do meu adorado espanta-espíritos. Nem para atirar bolas contra a parede.

Hoje no exame de Matemática é que, no meio das tortuosas três horas, comecei a pensar que assim que entregasse a prova também terminava, de certa forma, o Secundário. E à tarde, quando, na colónia de férias estava a preparar o palco e um holofote para os miúdos cantarem no singstar, voltou-me a mesma sensação, sem qualquer motivo. E quando cheguei a casa, por volta das 20h30 depois de uma reunião da colónia, apetecia-me trancar-me no quarto e fechar as luzes. Na verdade, apetecia-me hibernar porque não quero arrumar os livros do 12º, não quero escolher um curso em 15 dias, não quero ficar sozinha, não quero despedidas.

 

(por outro lado, estou feliz porque o exame correu bem e arranjei um título piroso para o post)

Babs às 22:13
Quarta-feira, 02 DE Junho DE 2010

A Lista dos 30 dias - Dia 30 - E esta é para vocês!

Day 30 — Whatever tickles your fancy

 

E a lista dos 30 dias chega ao fim deixando-me um dia sem tema para falar.

 

Uma das formas que tenho para memorizar matérias da escola é fazer analogias com a vida real. Assim, algures no 10º ou no 11º, aprendemos que as estrelas que brilham mais são as que duram menos e isso fez-me lembrar da forma como eu gosto das coisas.

Funciono com "obsessões" e isto aplica-se a músicas, filmes, séries, livros, pessoas e, bem, quase tudo. Acabo por ouvir obsessivamente uma dada música durante uma semana e passado esse tempo crio uma aversão tal que tenho de a apagar do meu Itunes.

Quando andava muito interessada em pesquisar sobre o meu nome (Bárbara, para quem não sabe), li que as Bárbaras tendem a cansar-se das coisas e a mudar radicalmente de rumo. E a verdade é que não consigo manter-me muito tempo com os mesmos gostos, nem com os mesmos desejos nem com os mesmos sonhos.

O que se aplica ao drama de escolher um curso. Já quis ir para quase todos os cursos que constam na lista da Direcção-Geral do Ensino Superior, mas cada vez que me interesso mais por um, imagino-me lá, imagino-me daqui a 10 anos, vou ao google earth ver a universidade, prevejo a minha vida daqui a 1 ano, 2 anos, 3 anos, 4 anos e pronto. Devo ter uma imaginação tão semelhante à realidade que passado uns dias sinto que já estive mesmo nesse curso e canso-me. E escolho outro.

Ao longo da minha vida, em particular ao longo destes últimos 5 anos, imaginei tantos cenários e enredos na minha cabeça que nalguns casos acabei por criar memórias que nem sei se são verdadeiras. Uso as pessoas à minha volta como personagens e crio situações que as envolvem e imagino-as de tal forma que é difícil distinguir a realidade da ficção. Mas a verdade é que todas estas "personagens", estes amigos têm todos grande mérito. Por ao longo deste tempo se terem mantido próximos mesmo com todas as minhas mudanças de rumo e de humor e por me terem dado a capacidade de os absorver sem os gastar. Por terem brilhado muito, sem durar pouco.

 

(e sim, o mesmo se aplica aos simpáticos leitores aqui do blog!)

Babs às 20:20
sinto-me:
Sábado, 29 DE Maio DE 2010

A Lista dos 30 dias - Dia 28

Day 28 — This year, in great detail

 

Vou fazer outra ver por tópicos porque se me atrever a fazer frases isto acaba num post gigantesco.

Aqui vamos nós:

 

29/5/2009 a 29/5/2010

 

Voluntariado (sim, é a 3ª vez seguida que falo nisto, mas que posso fazer? Eu adoro aquelas raparigas!), a ida do pai para a Escócia, Exames Nacionais e o fracasso do meu método de estudo, Colónia de Férias e ser monitora pela 1ª vez, os 50 miudos e os 10 monitores, gelados, demasiados gelados, praia, ver séries à noite com o meu irmão e deitar-me às 2h da manhã, 12º ano, turma mais fantástica de sempre!, Psicologia, o stress de ed física, o passatempo em que ganhei um caixote de material escolar do Staples, muito tempo ocupado a ver séries e filmes, mais uma tentativa falhada de completar NaNoWrimo mas que foi interessante à mesma, Natal e as comidas e as prendas (incluindo a edição especial do Feiticeiro de Oz), Ano Novo no Alentejo, a carta que enviei a todos os municípios de Portugal para me enviarem informação turística e brindes, os passatempos e as amostras grátis, a espera ansiosa por ter 17 anos!, os 17 anos!!!!, a festa dos 17 anos e as prendas, os filmes que vi (tenho impressão que fui montes de vezes ao cinema), a Futurália e as canetas (e os blocos e os sacos e os lápis), o teatro da escola, Viagem de Finalistas em Barcelona, receber 903833 notificações por dia de comentários das fotos de Barcelona no facebook, aprender a fazer chá no fogão, windows 7, usar o itunes pela 1ª vez e nunca mais o largar, ida ao Porto!!!, ida ao Porto uma semana depois para a final do Concurso de Biotecnologia, tumblr, testes psicotécnicos.

 

Muito resumidamente é isso.


Babs às 18:37
sinto-me:
Quinta-feira, 13 DE Maio DE 2010

A Lista dos 30 dias - Dia 12

Day 12 — Whatever tickles your fancy

 

Parece que hoje é mais um dia de salsichas e derivados enlatados. Este é terrivelmente piroso e por isso é que nunca o cheguei a publicar aqui. Mas como já sao 23h e ainda tenho de terminar umas coisas de área de projecto...


Quando era mais nova tinha um colar com missangas redondas de cores fortes, amarelas, azuis, vermelhas, laranjas e verdes, que a minha avó tinha comprado na loja dos trezentos.

A minha mãe chamava-lhe o colar das bolas de mercúrio mas eu não me importava e tinha sempre toda a aquela profusão de cores ao pescoço.

Um dia, sentada no sofá da sala da minha avó vi o elástico desfazer-se e as missangas coloridas espalharem-se pelo chão. Observei os objectos a perderem a forma, substituídos por pinceladas amarelas, verdes, azuis e vermelhas e por todo o lado pontos brilhantes espelhados.

Depois voltou tudo ao normal. As mesmas cores de sempre, o mesmo sofá verde e o meu colar preferido, intacto, ao pescoço.

Poucos dias depois vi a cena repetir-se, ainda quem sem todo o carrossel de cores. Fechei e abri os olhos vezes sem fim mas as "bolas de mercúrio" não se voltaram a juntar nunca mais.

 

Babs às 22:59
sinto-me:

pesquisar

 

Maio 2012

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

comentários recentes

  • Ola Sara! No project free tv ha as 3 primeiras tem...
  • Olá :) Podes-me dizer onde viste os episódios da R...
  • Ai, a inveja que eu tenho de ti! ;) Essa cidade é ...
  • por acaso eu também gosto de ter o meu quarto semp...
  • fico muito contente que te tenhas divertido em lon...
  • Em relação ao último post, eu tenho a mesma perspe...
  • Olá BárbaraDesculpa chatear através dos comentário...
  • Olá! Desafiaram me a fazer uma tag que tinha de re...
  • Tenho um desafio para ti no meu blog (http://senti...
  • não consigo comentar o post do aniversário do teu ...

arquivo

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

blogs SAPO


Universidade de Aveiro