Blog da Babs

pseudo-importantes

Lista das 101 coisas: Take II; Take I
Playlists: 2; 1

pesquisar

 

arquivo

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

Sexta-feira, 16 DE Setembro DE 2011

10 coisas que me irritam na ficção

1. Rapariga e rapaz conhecem-se num dia, conversam e é suposto o público achar que estão perdidamente apaixonados, porque claro está, se duas pessoas de sexos opostos se conhecem e têm uma conversa, tem obrigatoriamente de haver interesse romântico por detrás. E já agora, segundo muitos filmes e livros, duas pessoas do sexo oposto não podem ser amigas sem pelo menos uma delas ter uma paixão escondida.

 

Nada contra personagens que se conhecem, conversam e apaixonam; o problema é mais a noção de que duas personagens não podem conversar sem terem intenções de levar o outro para a cama.

 

2. Personagens femininas cujos temas de conversa se resumem praticamente a rapazes. 

 

3. Se o namorado da protagonista a trai com outra, é porque a outra é uma promíscua que anda a desencaminhar os homens com os seus modos provocantes. Infelizmente, a mesma mentalidade acontece na vida real.

 

4. Pior que isso, se depois de terminada a relação entre a protagonista e o seu namorado, ele escolhe outra rapariga, é suposto fazermos um esforço para encontrar defeitos na rapariga, geralmente o "ela só quer manipular o rapaz".

 

5. Crianças sem personalidade, a imitar ursos de peluche todas adoráveis e iguais. Eu gosto de crianças; são frágeis por isso temos a necessidade de as protejer, são brilhantes e curiosas e surpreendem-se com tudo aquilo que se vai tornando monótono para nós. Mas não são anjinhos. Chamam "gordo" e "burro", invejam a menina que tem o brinquedo bonito e são capazes de a magoar, deixam de fora das brincadeiras o menino "feio" (entre aspas, porque não há meninos feios), se um miúdo é desajeitado a dançar não o deixam dançar em grupo com os outros, são capazes de culpar um amigo por algo de mau que fizeram. Ser criança também não é fácil, porque é díficil adivinhar o que é certo ou errado e as consequências do que fazemos, lidar com as outras crianças, lidar com as expectativas que os pais depositam em nós e lidar com o mundo lá fora que parece tão grande e assustador e que os adultos prometem não ser nada fácil. Ora, eu não espero que num livro para adultos o autor explore a temática das crianças, mas dispenso crianças de oito anos a serem seres perfeitos e quase irracionais que agem como bebés de dois ou três anos.

 

6. Se uma personagem é bissexual e tem uma relação séria com alguém do mesmo sexo, as relações que terá daí para a frente serão sempre com pessoas do mesmo sexo.

 

7. Citando a Rafaela, que é mais coerente que eu: "These days, I feel like female empowerment = sexual freedom. Movies like Bridesmaids and Sex And The City try to hammer it into our heads: women are now as powerful as men, why? Because look, they can be just as raunchy." 

 

8. Se aparece um monstro feio devemos pensar que é o inimigo e os vilões têm geralmente uma aparência menos apelativa que os protagonistas. Será que é suposto associarmos que a maldade está associada a piores aparências e a bondade às melhores aparências? A Bruxa da Branca de Neve acaba por morrer na sua forma de velha com verruga; o Monstro da Bela e o Monstro acaba por se transformar num lindo príncipe. No final, a maldade acaba por ficar numa velha feia e a bondade num lindo e jovem príncipe. Agora ignorem estes exemplos, porque acabei de falar em dois dos meus filmes preferidos.

 

9. Na ficção científica, se o protagonista se depara com uma criatura qualquer é sabido que todas as criaturas da mesma espécie irão agir da mesma forma. Às vezes os autores até fazem questão de dar uma caracterização rápida desse grupo de criaturas, qualquer coisa como "os Grumolóides são criaturas violentas, sedentas de poder, extremamente rápidos a matar um ser humano." Ora, estamos a falar de seres racionais, logo comparáveis até certo ponto ao Homem e duvido que existem adjectivos que sirvam para caracterizar o comportamento ou a personalidade de todos os humanos. Talvez, levando este ponto mais além, diria que é uma certa forma de discriminação.

 

 Também têm capacidade para ficar invisíveis, é por isso que não se consegue ver as outras.

 

10. 90% das cenas de sexo em livros. Desnecessárias, aborrecidas, por vezes absurdas... Bom, mas para isso é que serve a fanfiction, não é?

 

Blablabla, disclaimer de que obviamente isto é a minha opinião e não acontece em todos os livros/séries/filmes, etc. etc. mas se alguém não percebeu isso, cá está uma flor alien para ajudar a entender.

Babs às 18:05
sinto-me: super feliz
música: nada, mas tenho phones novos!
Terça-feira, 19 DE Julho DE 2011

101 Coisas em 1001 dias II - A Sequela

Ao que parece o prazo de validade da fantástica lista das 101 coisas já terminou, portanto vou aqui fazer um balanço rápido.

Quase 3 anos depois, há os objectivos que foram cumpridos (entrar na universidade), há aqueles que não foram mas deviam ter sido (aprender a cozinhar), há os para sempre impossíveis (ser mais alta que o meu irmão... o rapaz já tem mais uns 20 cm que eu) e há outros tantos que me fazem querer ter uma máquina do tempo para dar um abanão à Babs de 15 anos e dizer-lhe que é ridículo querer 600 visitas no hi5, porque daí a uns meses vai trocá-lo pelo facebook e por vaquinhas e plantações de morangos com as quais não deveria perder muito tempo da sua vida.

Mas há coisas que não mudam e está aqui a minha oportunidade para envergonhar a Babs de 21 anos, que com sorte terá acabado o curso e estará a fazer alguma coisa interessante à sua vida.

 

 

Babs às 13:08
Segunda-feira, 07 DE Março DE 2011

Playlist Fantástica nº2

Lembram-se quando eu fiz uma playlist supostamente fantástica? Pois, eu também não. Até voltar a encontrar a pasta perdida no meu computador. E como não são só as coisas boas que merecem sequela, aqui vai a Playlist (super) Fantástica nº2:

 

(imagem retirada daqui)

 

Meninos e meninas, apresento-vos a minha playlist:

  1. Yeah Yeah Yeahs - Maps - Ouvi esta em repetição no dia dos meus anos.
  2. Joni Mitchell - All I Want - Todo o álbum Blue da Joni Mitchell é brilhante. :)
  3. Wicked OBC - Dancing Through Life - Era de esperar que passado este tempo todo já me tivesse passado a obsessão pelo Wicked, não é verdade? Surprise, surprise.
  4. A Fine Frenzy - Near To You - A culpa é desta menina que me pôs a ouvir A Fine Frenzy.
  5. Jekyll & Hyde OBC - Someone Like You - Estou apaixonada pela letra e pela interpretação da Linda Eder.
  6. The Smiths - Cemetry Gates - No outro dia, a caminho das aulas de código estava eu a passar pela rua do cemitério quando começou a tocar esta música. Aparentemente o meu iPod está consciente da minha localização.
  7. Noah and the Whale - Blue Skies - "I'll do anything to be happy. Oh, cause blue skies are coming, but I know that it's hard." Muito inspiradora, certo?
  8. Les Misérables 25th Anniversary Tour - Bring Him Home - Já sei que mencionei até à exaustão quão incrível foi ver o Les Misérables ao vivo, mas aqui vai a intepretação de Bring Him Home pelo fantástico John Owen Jones.
  9. Eels - Fresh Feeling - Adoro a definição de amor que está nesta música - e que está também ali na barra lateral.
  10. Nashville Skyline - Carry You Home - A quantidade de vezes que ouvi a música nesta última semana é embaraçosa.
  11. Tangled OST - I've Got a Dream - Posso só dizer mais uma vez que foi muito injusto o Tangled não ter recebido uma nomeação para Óscar de Melhor Filme de Animação e a "I see the Light" não ter recebido o Óscar de Melhor Canção Original? Bem, Tangled... ao menos apareces na minha playlist. É quase tão bom, não é verdade?
  12. The Avett Brothers - Head Full of Doubt/Road Full of Promise - Esta música deu o título à última fanfic que li e provavelmente uma das melhores até agora.
  13. Mumford & Sons - White Blank Page - Toda a gente falava neles então arranjei o álbum e... wow. A sério. Não há nenhuma música que seja fraca. Esta, contudo, é a minha favorita.
  14. Rent OST - Finale B - Vamos fingir que é inteligente da minha parte terminar a playlist com uma música cujo nome inclui "finale". É sempre bom terminar (ou começar ou continuar) com a banda sonora de Rent.

Link para download está aqui :)

Babs às 14:29
sinto-me: realizada
Quinta-feira, 03 DE Fevereiro DE 2011

7 coisas para fazer nos transportes públicos

Já alguma vez se sentiram aborrecidos nos transportes públicos? Aqui estão algumas sugestões para irem fazendo nos próximos tempos, numa lista compilada com a colaboração do António:

  1. Olhar atentamente para a pessoa da frente com ar psicótico. De seguida, tirar um rebuçado do bolso e oferecer;
  2. Fingir que é estrangeiro e pedir indicações numa língua estrangeira;
  3. Fingir que não encontra o passe ou o bilhete e revirar o conteúdo da mala/mochila lentamente, enquanto masca pastilha elástica;
  4. Pôr música zen no telemóvel ou no leitor de mp3 e colocar o volume no máximo. Fingir uma posição de meditação;
  5. Fingir que está a dormir antes do revisor chegar. Assim que o revisor pedir o bilhete/passe, bocejar e dizer "olá pai";
  6. Começar a esfregar um gato imaginário e chamar de Tareco;
  7. Nota: esta precisa de dois ou três colaboradores. Começar a assinar as folhas dos ajudantes e perguntar à pessoa do lado: "também quer um autógrafo?"


Babs às 19:30
sinto-me: normal
música: 'maps' - yeah yeah yeahs
Sábado, 10 DE Julho DE 2010

5 coisas que não se deve fazer no Verão

Afogamentos? Dentadas picadas de alforrecas? Nada se compara a estes pesadelos que vos podem aterrorizar no Verão (sim, porque em ambas as anteriores situações têm direito a um nadador salvador giro para vos resgatar e tratar).

  • Ficar sem actualizar o blog - Pois. Já sentia a vossa falta.
  • Comer demasiados gelados e esquecer as pseudo-dietas.
  • Andar de um lado para o outro ao Sol sem chapéu e chegar a casa zonza, com Matemática para estudar.
  • Exames! - Parece que nunca mais acabam (e ainda só foram 2). Mas toda a saga de estudar, fazer os exames, pedir fotocópias, ver se dá para pedir revisão é... estafante.
  • A Maldita Escolha do Curso - Ei, pessoal do Ministério: que tal adiarem isto para, digamos, Janeiro? Não arranjam um bruxo para a vossa equipa para me desencantar um curso jeitoso sem eu ter de gastar mais miolos e tempo a escolher?

Agora vou ali ver um filme e reflectir porque raio é que o vizinho de cima decide fazer step à meia-noite. E controlar-me para não dar um tiro para o tecto com a minha pistola (imaginária).

Babs às 23:37
sinto-me:

pesquisar

 

Maio 2012

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

comentários recentes

  • Ola Sara! No project free tv ha as 3 primeiras tem...
  • Olá :) Podes-me dizer onde viste os episódios da R...
  • Ai, a inveja que eu tenho de ti! ;) Essa cidade é ...
  • por acaso eu também gosto de ter o meu quarto semp...
  • fico muito contente que te tenhas divertido em lon...
  • Em relação ao último post, eu tenho a mesma perspe...
  • Olá BárbaraDesculpa chatear através dos comentário...
  • Olá! Desafiaram me a fazer uma tag que tinha de re...
  • Tenho um desafio para ti no meu blog (http://senti...
  • não consigo comentar o post do aniversário do teu ...

arquivo

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

blogs SAPO


Universidade de Aveiro